sexta-feira, 27 de março de 2020

"Lira libertária" a canção dos cicloviajantes


Hoy no es la esperanza
La que me dibuja esta sonrisa
Es la idea de mi mismx
rodando por las cornizas

Como quien rompe su cancha
La lógica de su suelo
Para ser como la ficha
que no responde al tablero

Voy a salir a pedalear y es facil
a veces ver amigos, los compas, los pankis
Inesperadamente por cualquier lugaaar
También pedalean, despreciando autos
Quizá si tengo suerte alguien se saque algo
Pa sentir que me da alas el tanto rodaaar

Cooon dos ruedas no más
Cooon dos ruedas no más
Cooon dos ruedas no más
Cooon dos ruedas no más


Voy a salir a pedalear y es fácil
a veces ver amigas, las compas, las pankis
Inesperadamente por cualquier lugaaar
También pedalean, despreciando autos
Quizá si tengo suerte alguien se saque algo
Pa sentir que me da alas el tanto rodaaar
Con dos ruedas no más
¿Cuánto falta?¿Cuánto queda?
¿Para la última vuelta de la rueda?

Hoy no es la esperanza
La que me dibuja esta sonrisa
Es la idea de mi mismx
rodando por las cornizas
Como quien rompe su cancha
La lógica de su suelo
Para ser como la ficha
que no responde al tablero

¿Cuanto falta? ¿Cuanto queda?
¿Para la última vuelta de la rueda?
¿Cuanto falta? ¿Cuanto queda?
¿Para la última vuelta de la rueda?

terça-feira, 17 de março de 2020

Cartoon sobre fogos na Amazónia vence concurso mundial


"Doaa el-Adl (n. 1979) é a grande vencedora do Women Cartoonists International Award, uma iniciativa da United Sketches, organização internacional para cartoonistas independentes com sede na Normandia, em França, cujo objectivo é fomentar a liberdade de expressão e ajudar cartoonistas exilados. A egípcia ganhou o grande prémio com uma obra sobre os fogos na Amazónia".

Citação do jornal Publico.pt  

sábado, 22 de fevereiro de 2020

😢😢😢

Há 15 dias sofri uma queda da bicicleta cuja consequência foi a perda do rim esquerdo.
A queda foi a mais simples possível, naqueles lugares que mandamos as crianças andarem porque é seguro, a 10km… Não sofri aparentemente nada. Até que dois dias depois o médico de família me manda de urgência para o hospital…
A minha primeira ilação é: nunca desvalorizar o meio físico onde te inseres; a segunda é: pode haver sempre uma lesão não visível.
O aspeto mais violento que me recordo foi o de bater com a cabeça no chão, o bom capacete ter-me-á poupado outra lesão.
Fiquei algum tempo deitado no chão tentando perceber o que tinha; apareceu uma viatura que me ofereceu ajuda e ida ao hospital, agradeci e recusei, montei a bicicleta e fiz os 22 kms de regresso a casa. Mais um erro: devia ter aceite ajuda e a chamada da ambulância.
Nos dias seguintes os problemas agravaram-se e a retirada do rim foi inevitável.
Encontro-me a recuperar bem. As cicloviagens estão congeladas!
Boas viagens a tod@s!

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Mensagem de Pepe Mujica aos cicloviajantes

Aos companheiros cicloviajantes que o foram visitar.
Obrigado por teu exemplo Pepe, continuaremos a tentar mudar o mundo e as nossas atitudes!

domingo, 19 de janeiro de 2020

Às vezes "bate" umas saudades...

Às vezes "bate" umas saudades
Da montanha 
Do vento nas árvores
Da chuva 
Do canto das aves
Da incógnita do lado de lá
Do barco e do rio
Do que sabes que não sabes
Até do frio
E das firmes vontades...



  
  





País Basco, Astúrias, Picos da Europa, 2018, fotos minhas
Vítor Franco

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Fotos de Santarém

Fotos da autoria de quem sabe fotografar: Salomé Glórias.
Captar os momentos, as cores e as perspetivas certas; tornar inequivocamente belo o que nos passa diariamente como vulgar; tornar interstícios de um azulejo em pontos de beleza e atenção (...), pois...
Com um obrigado à autora, aqui ficam algumas fotos deste burgo da "beira" Tejo.
Créditos e fotos aqui.
Nota: propositadamente as fotos não levam legenda.




"Lira libertária" a canção dos cicloviajantes

Hoy no es la esperanza La que me dibuja esta sonrisa Es la idea de mi mismx rodando por las cornizas Como quien rompe su canc...